Não categorizado

A rede Wİ-Fİ está silenciosamente matando a nós e nossos filhos, seus danos e formas de preveni-los

A rede Wİ-Fİ está silenciosamente matando a nós e nossos filhos, seus danos e formas de preveni-los

Para quem tem uma rede Wi-Fi em casa, Wi-Fi é uma necessidade urgente na vida e é extremamente importante! No entanto, o Wi-Fi tornou-se um problema de saúde, como alguns estudos mostraram. É particularmente prejudicial para os nossos filhos. Afeta o corpo como um todo, mas as maiores preocupações são seu impacto em particular no cérebro e na qualidade do sono. Vamos conhecer os efeitos do WiFi em nossas vidas.

Quais são os riscos da superexposição ao Wi-Fi em casa?

 

Primeiro – altera as funções cerebrais:

O Wi-Fi afeta a concentração e também interrompe a função cerebral. Como resultado, a atividade cerebral pode diminuir e você pode ter dificuldade em se concentrar ou até perder a memória.

Segundo – Wi-Fi contribui para o desenvolvimento da insônia:

Além disso, as refeições Wi-Fi também podem afetar o sono. Se você sentir que está tendo problemas para dormir ou seu sono é irregular, você pode ser vítima de ondas de Wi-Fi ou telefone. Na verdade, as pessoas expostas à radiação eletromagnética têm mais dificuldade em adormecer. E todos sabemos que a privação do sono pode ser prejudicial à saúde. Então fica claro que isso se aplica mais às crianças, que são perturbadas por essas ondas durante o sono.

 

Terceiro – interrompe o crescimento das crianças:

As ondas eletromagnéticas da rede Wi-Fi podem circular com o crescimento das células, principalmente em fetos, o que significa que tem um impacto significativo no feto de uma gestante.

Porque essa radiação afeta os tecidos que crescem, como é o caso dos bebês. O efeito é maior nas células nervosas e no cérebro. Portanto, as crianças são mais propensas a serem afetadas por esses efeitos nocivos do que os adultos, principalmente no que diz respeito ao seu crescimento e desenvolvimento.

Quarto – Prejudica a qualidade do esperma:

As ondas Wi-Fi são um dos fatores que também afetam o namoro masculino. Reduz a motilidade dos espermatozoides e causa a fragmentação do DNA. Assim, tem um efeito sobre a reprodução.

Além disso, os raios Wi-Fi podem afetar o esperma e às vezes distorcê-lo, aumentando assim o risco de uma gravidez anormal (um feto deformado).

Quinto – aumenta o estresse do coração:

Algumas pessoas também podem interagir fisicamente com as frequências eletromagnéticas das ondas Wi-Fi.

Um dos sintomas que essas pessoas podem sofrer é o aumento da frequência cardíaca. Portanto, a exposição excessiva às ondas Wi-Fi pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

6 dicas para proteger você e seus filhos das ondas Wi-Fi:

Hoje, é difícil viver sem internet ou sem smartphone. Depois que aprendemos sobre os efeitos do Wi-Fi em nossas vidas, como você se protege das ondas nocivas?

 

Aqui estão algumas dicas para se proteger e evitar o perigo de ondas nocivas:

1 – Evite instalar o receptor ou roteador de internet no quarto ou na cozinha, ou mesmo colocá-lo na mesa de cabeceira. Então é preferível colocar o roteador no corredor da casa.

2- Evite ao máximo manter o telefone no bolso ou perto dos genitais se estiver trabalhando, coloque-o sobre a mesa.

3 – Então se estiver grávida, evite colocar o celular ou computador perto da barriga.

4 – Em geral, evite trabalhar com o computador nas pernas e próximo aos genitais.

5- Evite falar ao telefone por longas horas e, em vez disso, escreva mensagens de texto.

6 – Antes de dormir, desconecte todos os dispositivos que emitem radiação, principalmente roteadores.

 Depois de conhecermos os perigos dos raios Wi-Fi, devemos respeitá-los para proteger a nós mesmos e nossa família.

Se o artigo foi útil, assine nossa página no Facebook para receber todas as novidades

https://www.facebook.com/HEALTH00FOR00ALL/

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo